sexta-feira, 6 de maio de 2016

6/5/16

Oi, tudo bem?
Falei que tô morando sozinha, né? Pois bem, deixa eu contar que uma das minhas maiores dificuldades morando sozinha é: Fazer compras!
Sim, eu detesto ir no supermercado, e sempre que eu vou eu compro coisas que não preciso e esqueço as que preciso e por aí vai, um desastre. No fim, a sensação é de que nunca tem nada de bom pra comer em casa, ou nunca tem o que eu preciso pra fazer algo de bom pra comer.
Resolvi então fazer lista. Quase deu certo. Mas também não sei fazer listas pra mais de uma semana, não consigo me planejar a longo prazo, e no fim, ia toda semana no supermercado.
Eu não sei vocês, mas tem coisas que eu nunca resisto quando vou ao supermercado. Por exemplo, no que tem aqui perto de casa eles fazem uma coxinha muito boa, e indo lá toda semana, consequentemente eu tava comendo coxinha toda semana. "Ah, mas é uma coxinha só por semana!" vocês diriam, mas a coxinha foi só um exemplo, tem os docinhos que vendem no caixa, as cervejas em promoção... Enfim, gasta-se mais que o necessário e nunca tem o que comer em casa.
Pois bem, eis que estava vendo os livros que minha mãe me trouxe, que estavam na casa dela, e achei um com mais de 1800 receitas que comprei num sebo uma vez, e que lá nas ultimas páginas tem uma seção com 60 receitas rápidas e algumas dicas para pessoas com pouco tempo poderem se alimentar melhor, inclusive uma lista com coisas fundamentais para se tem na geladeira/congelador/despensa.
Resolvi fazer um teste e anotei tudo dessa lista que eu gosto (tipo, tinha frutas cristalizadas na lista e eu não gosto) e me programei pra ir no mercado e no sacolão. Não deu tempo de fazer as duas coisas, fui só no sacolão. Comprei uma boa variedade de legumes, cheguei em casa e lavei, cortei e separei em porções e congelei.
Isso foi há duas semanas, e ainda não fui no supermercado (agora por preguiça mesmo) e tenho me alimentado surpreendentemente bem nesses últimos dias.
Resumindo, fazer uma lista de compras objetiva funciona sim, dá pra comer bem sem gastar muito, inventar umas moda nova na cozinha (pra quem gosta, tipo eu) e ser feliz não precisando ir ao supermercado (principalmente se for um mercadorama).



Esse é o livro, e eu super recomendo. Não tem figurinha das receitas, só de algumas técnicas, mas as receitas em geral estão todas numa linguagem simples, tem desde receitas de base, como molhos e massas, a receitas mais elaboradas, um bom glossário e essas dicas maravilhosas de cozinha simples (e tá em promoção no submarino).
Cozinhem, faz bem!